EU TENTO ...

AÍ VÃO OS TRABALHOS:

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Eutentosersão

Voz e Vez

Esta semana experimentei algo que há muito não sentia: Fiquei muito feliz! O incrível é que este sentimento, quase esquecido em mim, me tomou por inteiro e surgiu depois de eu ter parado por alguns instantes para prestar atenção no noticiário da TV que colocava no ar ,naquela hora, uma reportagem sobre um mendigo nos EUA que estava sendo a sensação na internet por conta de sua voz maravilhosa de locutor. Segundo a notícia, o tal mendigo vivia há mais de vinte anos na rua como pedinte e ficava no sinal de trânsito com uma placa com alguns dizeres que pediam atenção para aquilo que ele definia como um “dom de Deus”. Ao ser entrevistado, depois que virou celebridade, o tal homem disse que o que mais desejava na vida era ter uma segunda chance, já que a bebida e as drogas haviam acabado com as suas iniciativas de se tornar um locutor . Segundo ele, o que mais queria era dar a volta por cima e poder mostrar para a sua mãe que ele tinha conseguido sair daquela vida miserável que levava. Esta reportagem me fez pensar que podemos, sim, ter uma segunda chance na vida e talvez até tantas outras chances quanto possível. Fiquei feliz por aquele homem.Parecia que era eu que havia ganhado uma segunda chance. Quantas pessoas boas, capazes e, por que não dizer, com “dons de Deus” estão por aí largadas ao abandono, solitárias, entregues aos mais variados vícios, dormindo nas ruas das grandes cidades, sem emprego, sem família. Ignoradas pela sociedade. E o que dizer daqueles que estão em situação social melhor, mas que também, por algum motivo , perderam a chance de serem felizes na vida. Eu fiquei muito feliz com a história do mendigo locutor por que ela me mostrou que qualquer pessoa, independente de seu histórico de vida, pode ter algo de maravilhoso a oferecer ao mundo e que não devemos excluir ou preterir ninguém. Todos merecem atenção e respeito! Eu não sou mendigo nem tenho uma voz tão maravilhosa quanto a do homem da reportagem e não possuo nenhum tipo de “dom de Deus”. Tenho muito mais do que mereço. Mas também sou pedinte. Peço por mais igualdade social, paz, tolerância, compreensão, carinho, respeito e amor entre as pessoas . Gostaria que , assim como o homem da voz, todos tivessem direito a uma segunda chance, inclusive eu.

Leyr

5 comentários:

tonhOliveira disse...



Caro LEYR

Foi muito bom LER isto.
Eu também estou esperando por mais uma chance.
Não sou mendigo, nem inválido, nem incapaz mentalmente...
Tenho 58 logo logo 59 (tá bem pertinho),
o coração enfartado, com QU4TRO pontes,
mas batendo e pedindo mais uma chance...

Veja minha ARTE e diga se posso fazer isto sem ganhar dinheiro!

Fico feliz por ter lido este teu texto.

Vamos a luta!

MERECEMOS!

Abraço-tchê!

Essência e Palavras disse...

Obrigada pela visita em meu blog, te espero mais vezes.

Estou a seguir-te!

beijo meu!

Franco disse...

Oi!
Fiz login novamente para aparecer um link
Preste atenção você tem um dom sim,use-o!
Abraçossss.

guímel disse...

Muito bom ler este texto, às vezes jogamos fora tentas chances e muitas pessoas esperam por uma só.
Lindo blog encontrei muita Arte!
Parabéns
Bjss

io disse...

Hola, comprendo el portugués mucho (me gusta cantarlo), pero no lo escribo ni lo hablo. Quería felicitarte por tu blog: es muy plástico...incluso con el juego de las palabras. Me gusta que es un arte que cuestiona y critica muchas cosas, y se pone grandes cuestionamientos como el de la segunda oportunidad. Creo que tú estás viviendo la tuya y tu arte tiene mucho poder. Me encantó au obnibus (mal escrito, perdón). Felicitaciones

AMIGOS,
VISITEM TAMBÉM AS POSTAGENS ANTIGAS. VOCÊS PODEM CLICAR EM "POSTAGENS MAIS ANTIGAS" ACIMA OU PROCURAR NO ARQUIVO DE POSTAGENS A DIREITA DA PÁGINA ,OK ?

Eutentosersão: Cassia Eller

Blues da Piedade